Header image

Unidade Mestre

De uma forma simplificada, Unidade Mestre (do inglês “Master Unit”), é o nome dado aos projectos modelo da Ananda Marga de comunidades/quintas ecológicas auto-suficientes, com vista a uma sociedade e economia mais sustentáveis, seguindo o espírito de PROUT, a Teoria de Utilização Progressiva, proposta pelo fundador da Ananda Marga, Shrii Shrii Anandamurti. Ele propôs nos seus livros “Cultura ideal”, partes I e II, um leque riquíssimo de ideias e técnicas para a agricultura (e outros tipos de cultura) – várias delas alinhadas com a agricultura biológica e/ou permacultura – que devem ser implementadas nestes projectos.

É objectivo da Ananda Marga o estabelecimento destas comunidades no máximo possível de distritos de todos os países. É um dos sonhos da Associação Prabháta a concretização de um destes centros na Ilha da Madeira.

A Ananda Marga Gurukula está actualmente a desenvolver um projecto de compilação de informação de todas as Unidades Mestre da Ananda Marga em todo o Mundo. Para já, é possível consultar informação sobre a Unidade Mestre Ananda Kamala, uma das de maior sucesso em todo o mundo.

Seguem-se alguns excertos do discurso de Anandamurti intitulado “Master Units”.

Unidades Mestre

(…) Unidades Mestre irão expandir todos os possíveis serviços sociais, particularmente nos campos da educação, cultura, economia e elevação espiritual. Estas Unidades Mestre irão trabalhar para melhorar o destino, primeiro de todos os seres humanos, e depois de todos os seres vivos, independentemente de credo, cor, religião e barreiras nacionais. A Humanidade não conhece barreiras artificiais. Humanidade é o único critério.

Através de Unidades Mestre e PROUT, iremos elevar os padrões de vida das pessoas em alguns meses ou em alguns anos. (…)

Quais são os requisitos primários de uma Unidade Mestre ideal? Há cinco que correspondem aos cinco requisitos mínimos de PROUT. Primeiro, providenciar comida durante todo o ano. Suficientes matérias primas locais devem ser produzidas através de agricultura científica. Estas matérias primas irão providenciar a base para pequenas unidades industriais e agro-industriais como, quintas de produção de leite e derivados, horticultura, sericultura, etc. Tais indústrias não podem depender de matérias primas de qualquer outro local.

Em segundo lugar, deve haver produção de fibras suficientes para roupa. Por exemplo fibras da planta do ananás, cana de açúcar, bananeira, basílico, algodão, sisal, etc. podem ser usadas para roupa.

Em terceiro lugar, escolas primárias e pós-primária devem ser iniciadas em todas as Unidades Mestre. Instituições de educação de nível mais elevado não devem ser estabelecidas já.

Em quarto lugar, unidades médicas genéricas e especiais devem também ser estabelecidas. Centros médicos especiais devem acomodar pessoas inválidas por certos períodos de tempo porque Unidades Mestre podem ou não ter hospitais. As unidades médicas devem dar ênfase a tratamentos médicos alternativos.

Em quinto lugar, Unidades Mestre devem avançar com a iniciativa de construção de casas para pessoas extremamente pobres. Estas iniciativas para os pobres devem ser imediatamente estabelecidas.

 

(…) As Unidades Mestre devem ter um mínimo de 5 acres [20.000 m2, equivalente, por exemplo, a uma área de 200m de comprimento por 100m de largura]. (…). Quero que todas as Unidades Mestre sejam auto-suficientes economicamente em todos os níveis (…).

Há vários pontos comuns que devem ser implementados em todas as Unidades Mestre:

  1. Escolas, incluindo primárias, pós-primárias e níveis mais elevados.
  2. Pensões, incluindo pensões para júniores e séniors.
  3. Lares para crianças e estudantes
  4. Unidades Médicas
  5. Indústrias de tecido.
  6. Quintas de produção de leite e derivados.
  7. Plantações

Além destes pontos em comum, há algumas características especiais das Unidades Mestre que também devem ser implementadas:

  1. Um moinho para produção de farinha
  2. Uma padaria para a produção pão, etc.
  3. Um banco de sementes
  4. Um centro de distribuição de sementes a baixo custo. O centro irá coleccionar sementes de boa qualidade e vendê-las a preços baixos. As sementes podem ser compradas a agricultores locais no fim de cada colheita, compradas no mercado a preços reduzidos ou cultivadas, mas o centro deve providenciar sementes de boa qualidade e a preços baixos às pessoas.
  5. Um centro de distribuição gratuita de plantas. Este centro irá fazer crescer plantas a partir de sementes ou sementes germinadas. O seguinte sistema deve ser usado para preparar as plantas para distribuição. As plantas devem ser crescidas até terem 45cm de altura. As plantas devem então ser desenraizadas e as suas raízes demolhadas em água por meia hora. A seguir a raiz principal de cada planta deve ser cortada 2,5 cm abaixo da base da planta e as restantes raízes devem ser novamente demolhadas em água por dez minutos. As plantas devem então ser plantadas num terreno ou empacotadas para distribuição. Plantas preparadas desta forma irão produzir frutos doces e grandes, melhores que os produzidos a partir de plantas germinadas semente mas não tão bons como as plantas enxertadas.
  6. Centro de Sericultura e tecelagem
  7. Fábricas de bio-gás. Isto significa que tem de haver uma quinta de produção de leite e derivados. Jacintos de água são também bons para produção de bio-gás.
  8. Produção de manteiga
  9. Apicultura
  10. Um centro de formação em agricultura ideal
  11. Um santuário de plantas.

Em todas as nossas Unidades Mestre apenas fertilizantes biológicos como oriundos de compostagem, estrume, pasta de neem, etc. devem ser usados. Fertilizantes químicos têm de ser evitados. O nosso programa de Unidades Mestre é uma combinação da sublimidade oriental e dinamicidade ocidental.

Shrii Shrii Anandamurti, 10 de Novembro de 1989, Calcutá